3º | TURMA F

2011

. . .

A partir do meio em que convivemos, moldamos nosso caráter, nossos interesses e cada pessoa que passa por nossa vida deixa e recebe um tanto, como bem define a música dos Novos Baianos. E são essas pessoas que nos impulsionam para o sucesso que desejamos ao longo da vida. Este sucesso pode ou não ser alcançado, mas é renovado e alterado a partir de novas percepções apresentadas pelos sujeitos presentes em nosso cotidiano ou até por aqueles que lá atrás nos deixaram um pouquinho, apareceram e se foram repentinamente, mas dos quais recordamos e desenvolvemos as suas contribuições.

No entanto, há aqueles indivíduos que nos rotulam e nos fazem criar rótulos e, por isso, rejeitamos desde a sua primeira impressão, passando a ter um compartilhamento mínimo de ideias. É natural do ser humano, talvez até inerente, mas não percebemos que ali existe um ser sentimental e racional, capaz de ser modificado – não é sinônimo de corrigido, pois parte dele foi fruto do meio e da situação em que foi desenvolvido, merecendo ser isentado – para uma outra, quiçá, nova percepção de vida. Além disso, talvez esse ser possa nos dar outra visão de mundo!

Portanto, sejamos mais pacientes e dedicados com os demais, passemos a querer fazer com que aquele desenvolva sempre novas ideias de forma a contribuir racionalmente, além de estar aberto a aceitar o pensamento do outro, pois cada um de nós tem um pouco a contribuir com o mundo. Mesmo que essa colaboração ocorra de forma quase imperceptível no presente; no futuro, poderá significar em um estímulo a uma grande transformação.

Diogo Dias | Pensando Bem!

. . .

“Os elefantes nunca esquecem, mas eu me esqueci do que o elefante lembrou”. (Domínio Público)

O que é a vida se não um emaranhado de ideias? O mundo à nossa volta é apenas o que cada um pensa dele! Criações das mais diversas (hahah). Logo, não devemos nos prender ao que o outro pensa de nós, pois não é ele, e sim você que está pensando!

Yannick Pêpe | Pensando Bem!

. .

A vida é, nada mais nada menos, a essência da liberade da semente por completa. Dessa forma, vejamos a vida como algo único, capaz de se transformar a todo momento como uma metamorfose ambulante! As sementes que brotam em nossas mentes são fruto do nosso viver, do nosso cotidiano, que nos demonstram os valores de uma Filosofia de Vida. Reflita!

Rafael Monteiro | Pensando Bem!

. . .

A vida é, nada mais nada menos, a essência da liberade da semente por completo. Dessa forma, vejamos a vida como algo único, capaz de se transformar a todo momento como uma metamorfose ambulante! As sementes que brotam em nossas mentes são fruto do nosso viver, do nosso cotidiano, que nos demonstram os valores de uma “Filosofia da Vida”. Reflita!

Rafael Sobral | Pensando Bem!

. . .

PROVOCAÇÕES

O que você pensa sobre a realidade? Como você pensa? Tendo em vista os conteúdos estudados na disciplina Filosofia, deixe um comentário, destacando as ideias e os pontos de vista que caracterizam o seu modo de pensar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: